DÓLAR HOJE!

[short-cotacao]

Veja a cotação do ouro hoje e saiba um pouco mais sobre a criação do minério mais valioso da terra!

Tudo começou no espaço uma imensa explosão lançou pequenas partículas de ouro a 110 milhões de quilômetros por hora formando as rochas do nosso planeta, como minúsculos fragmentos de ouro se acumularam até formar gigantescos depósitos é um dos grandes mistérios da terra.

Para encontrar a resposta os geólogos garimpam antigos leitos de rios procurando velhos tesouros ocultos acima e abaixo do solo, investigando estranhas maravilhas naturais e encontrando pistas que por fim revelarão como nasceu nosso planeta.

cotação do ouro hoje

Os físicos descobriram que o rei dos metais foi produzido no espaço muito antes do planeta terra existir, há mais de 5 bilhões de anos, os átomos do ouro e de outros metais pesados formaram-se no turbilhão de uma supernova uma estrela gigante e moribunda.

Quando explodiu a onda de choque espalharam minúsculas partículas de ouro pelo universo a 110 milhões de quilômetros por hora dispersando as pelo sistema solar primitivo, quando essa nuvem de escombros se compactou o ouro foi aprisionado nas rochas do planeta terra em formação.




Dispersos e inativos até hoje os depósitos de ouro da terra são partículas pequenas isoladas nas rochas.

É irônico, mas o ouro está por toda parte na terra do nosso quintal nas pedras dos leitos dos rios, mas o problema é que está em quantidades muito pequenas nessas pedras a proporção pode ser de uma parte por milhão é como encontrar somente um grão de areia em uma piscina olímpica.

Os raros depósitos grandes de ouro estão concentrados em alguns poucos lugares muito especiais do mundo os maiores estão no sul da Austrália na china na África do sul no peru e no oeste dos estados unidos.

É tarefa dos geólogos descobrir onde e porque a terra como no ouro em quantidade suficiente para ser minerado os pioneiros suspeitavam que os rios trouxessem o ouro de uma fonte em algum lugar nas montanhas o filão principal, mas na saga para descobrir a origem do ouro os geólogos desceriam até as profundezas da terra e enfrentariam algumas das forças mais destrutivas do planeta.

No século dezenove mineiros extraíram quase duas toneladas de ouro dos cursos d’água e leitos de rios da Califórnia no valor de mais de 80 bilhões de dólares, mas esse choro fácil não demorou a acabar eles precisavam encontrar a fonte do ouro o filão principal e partiram para as montanhas.

Era isso que eles procuravam um grande veio de quartzo cheio de ouro e que se estendem por quilômetros através dos campos, eles conseguiram extrair milhões de gramas de ouro de fontes como esta.




Com a descoberta do filão principal o garimpo deixou de ser uma busca individual e se tornou um grande negócio, centenas de minas brotaram em toda a Califórnia e empregaram milhares de homens.

Descobrir que força geológica concentrou ouro nas montanhas da califórnia foi um enigma que desafiou os cientistas durante décadas, Por exemplo:

Em 1853 a menina allegany na Califórnia hoje tem mais de mil metros de profundidade e 65 quilômetros de túneis que levam a uma fatia especial de rocha na montanha.

Existem combinações similares de ouro quartzo e rocha partida em toda a califórnia estranhamente todas estão paralelas à costa aí nessa força que rompeu essas rochas também deve ter criado o fluido quente que transportou e concentrou ouro, mas qual era?




Os geólogos finalmente resolveram o mistério na década de 50 quando a revolucionária teoria das placas tectônicas esclareceu como as montanhas da Califórnia se formaram.

Eles descobriram que sob o oceano pacífico uma gigantesca placa da crosta terrestre se moveu para o leste e avançou para dentro do continente americano afundando grandes porções do leito oceânico.

Sempre que placas oceânicas colidem com a borda de um continente sempre haverá geração de fluido, além disso, minúsculas quantidades de ouro vão se deslocar e depois se concentrar em grandes falhas.

Espalhe amor! compartilhe
  • 1
    Share